Objectivos que poderás ainda concretizar este ano

Sentes que não fizeste nada de produtivo no decorrer deste ano e não te sentes totalmente realizada, isso não significa que tenhas falhado. Não te sintas mal, ainda tens tempo. Lembra-te que nunca é tarde para realizar objectivos, basta alguma dedicação e motivação para o conseguir.
Ler 5 livros
Se querias começar a ler mas a vontade ficou em Janeiro, podes sempre começar agora. Coloca os livros na mesa-de-cabeceira e tira 15 minutos antes de ires dormir. Não te sintas pressionada, há dias que não te vai apetecer ler e vai haver outros que irás devorar capítulos.
Ler ajuda a acalmar a mente e puxa pelo nosso lado mais criativo. Quem diz livros, diz artigos, revistas e jornais. O importante é ler qualquer coisa.
Marcar aquele café
Que bom ver-te, temos de combinar qualquer coisa – A deixa perfeita para concretizar finalmente o dito café. É sempre a mesma coisa, vemos a pessoa mas acabamos por não lhe ligar. Se tens saudades dela, está na hora de a voltar a vê-la. Caso contrário, porque é que lhe dizes temos de combinar qualquer coisa.
 
Partilhar
Tens o armário cheio de roupa que não usas e não vais usar tão cedo, podes doar a instituições. Estão a pedir voluntários e gostarias de ajudar, podes sempre dar um pouco do teu tempo. Gostas de animais e o canil da tua cidade precisa de ajudantes, força. Vai haver uma recolha de sangue ou estão à procura de um dador de medula, ajuda. Não custa nada e estás a ajudar o próximo.
Check up
Se há coisa que não nos podemos esquecer é de tratar da nossa saúde. Nem que seja só rotina. Com a nossa saúde não se brinca e está na hora de ganhar juízo e deixar de ter medo. Temos que tomar conta de nós próprios e se o medo for assim tanto, leva companhia e avisa também que deve fazer um check up.
Abraçar um hobbie
Graças à internet, tens à tua disposição vários DIY’s. Se gostas de trabalhos manuais, podes sempre torná-los num hobbie. Se gostas de criar novos pratos, podes sempre pesquisar novas receitas. Se te sentes capaz de escrever um livro, toca a escrever. Se sempre quiseste aprender a tocar um instrumento, dá-lhe miúda.
Relaxa
Se estiveste sempre a trabalhar e não descansaste o suficiente, então aproveita. Just Chill…Poderá ser uma das causas para te sentires insatisfeita a nível de objectivos, mas não te sintas triste. O trabalho pode tirar muito tempo e por vezes não damos conta que isso nos consome. Tira um tempo para relaxar o corpo e a mente.
Limpezas
Ninguém gosta deste tópico, mas é essencial. Dar uma volta às coisas que temos e dar um refresc. Se é daquelas limpezas que colocas sempre para último, está mais do que na hora. Só custa começar e se não estás bem preparada nada melhor que chamar as amigas, colocar um best of 80 e uma garrafa de champanhe… Sim, isso mesmo, aquela cena do Sex and the City.
 
Passar tempo em família
Nem devia estar na lista, mas com o corre corre do dia-a-dia acabamos por
nos esquecer de ligar aos avós ou aos pais. Eles não duram sempre e é com eles que aprendemos e conhecemos histórias. Marca um jantar, marca um passeio mas sobretudo não te esqueças da família.
Agradece
Sê honesta e escreve o que já vivenciaste. Recolhe boas e más recordações, principalmente aquelas que te fizeram crescer. Sê bondosa e tem orgulho em ti mesma. Escreve sobre as tuas lutas diárias, celebra as pequenas vitórias. Sorri, chora mas agradece por tudo.
Ver o Pôr-do-sol
Pelo menos uma vez na vida devíamos assistir ao pôr-do-sol. Sozinhas ou acompanhadas, devemos aproveitar a paz do fim do dia para olharmos para a simplicidade. Podes aproveitar para meditar, repensar nas escolhas da vida. Tu, o pôr-do-sol e os teus pensamentos. Nada mais simples que te dará a sensação de realização que tanto precisas.
Só de pensar que 2017 está a chegar ao fim, deixa qualquer pessoa nostálgica. Cresce também a vontade de abraçar novos desafios e de criar novas metas. Em qualquer altura, podes criar uma lista de objectivos, o que interessa é que te sintas bem e motivada para a levares até ao fim.

2 Comentários

  1. Andamos sempre a queixar-nos de falta de tempos, disto, daquilo. Depois de um momento para o outro percebemos que tínhamos todo o tempo, só não o aproveitámos da melhor forma. Há que pensar muito bem como queremos gastar a nossa vida, pois não nos dão outra e tudo pode mudar de um minuto para o outro…

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*