Opinião | Seja Parisiense onde quer que esteja

Classificação – 3 estrelas

Seja Parisiense onde quer que esteja de Anne Berest, Audrey Diwan, Caroline de Maigret e Sophie Mas – Não é um livro, é um guia de aprendizagem. Quando comprei este livro caí na tentação de pensar que me iria tornar numa Parisiense. Que bastaria uma baguete debaixo do braço, um pulôver azul marinho e uma gabardine creme. Estava enganada.

Como é óbvio, este livro não tem história, têm uma lista de inspirações e explicações. Seja Parisiense onde quer que esteja apresenta-nos 5 capítulos:

Os grandes princípios – A maneira de ser e os comportamentos de uma habitante de Paris, apesar de chegar à conclusão que não são nada de mais;

Assume os teus maus hábitos – Como uma parisiense se comporta em várias circunstâncias, mostrando o seu mau-feitio sempre que pode mas não deixa de ser uma mulher lutadora mas sempre com o seu estilo

Cultiva a tua apresentação – Tal como o tema explica, como te deves vestir para parecer uma verdadeira parisiense;

Ousa Amar – Como uma parisiense luta pelo verdadeiro amor mas que pelo caminho não perde uma oportunidade de saltar a cerca, sim aborda o tema sexo e o adultério;

Alguns Conselhos Parisienses – Cenas que as autoras acharam engraçado acrescentar ao livro mas que metade delas não tem piada nenhuma e não acrescentam nada.

Sinopse da Bertrand Editora

Estas 4 mulheres juntaram-se e escreveram um livro que mais parece um blogue. Um blogue cheio de estilo e dicas essenciais para te tornares numa mulher segura e lutadora.  Seja Parisiense onde quer que esteja é um livro para fashionistas, mulheres que querem pelo menos uma vez, sentir-se como mulheres parisienses. Mas sabem uma coisa? Este livro está cheio de clichés e estas mulheres o que realmente querem mostrar é que não precisas de viver em Paris para seres quem és.

Alguns capítulos são desnecessários e aborrecidos, mas há uns com excelentes dicas, como por exemplo como ter um armário perfeito ou com as peças essenciais ou como deves receber os teus convidados em casa. Mas se quiserem um cheirinho, aqui fica um vídeo explicativo de 10 maneiras de ser Parisiense com Caroline de Maigret.

Este livro não era para todas, fica a informação. Para mim, o melhor livro que melhor caracteriza as mulheres é  “La femme parfaite est une connasse “.

4 Comentários

  1. Nunca tinha ouvido falar deste livro. E, confesso, não sinto que seja bem para o meu estilo

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*