Opinião | A Educação de Eleanor de Gail Honeyman

Opinião | A Educação de Eleanor de Gail Honeyman – Conheçam Eleanor Oliphant, uma jovem peculiar. Uma vive só que pouco ou nada interage com os seus colegas de trabalho. Devido a uma avaria técnica, Eleanor é obrigada a interagir com um técnico de informática, Raymond. Ele é o oposto dela – trapalhão e desastrado. A vida de ambos muda, quando um velhote se sente mal na rua, e Raymond vai a seu auxílio. Eleanor só queria ir para casa aquecer a sua refeição e beber a sua vodka, mas a vida dela nunca mais será a mesma.

Sinopse da Porto Editora

Começo por dizer que a personagem Eleanor nos primeiros capítulos irritou-me ao ponto de pensar em desistir da leitura. Mas graças ao seu encontro com Raymond a leitura tornou-se entusiasmante. As suas excentricidades levam a atitudes de uma pessoa egocêntrica. Eleanor acha que a sua vida é aquilo e aquilo mesmo. Não tem qualquer tipo de interesse em conhecer pessoas, pouco menos conviver com elas. Ao longo do livro vamos percebendo porque.

Quando se cruza com Raymond, a vida Eleanor sai da sua zona de conforto, e para ela isso não é de todo cómodo. Esta habituada às suas rotinas de sair do trabalho e ir directa para casa, mas a verdade é que Eleanor naquele dia não cumpriu o seu ritual, e é a partir do momento que ajuda um velhote na rua, que a Eleanor se vai descobrir.

Sair da zona de conforto levará a Eleanor a pedir ajuda, mas o sentimento de vergonha e de não controlar a sua vida, irá mostrar a Eleanor que com o tempo crescemos e que nada devemos temer. Ao longo da sua história percebemos os seus traumas e que aquilo que ela tanto idealizou, não passa de um sonho juvenil. O renascer da personagem mostra que quem manda na sua felicidade é Eleanor Oliphant.

Eleanor cresce conforme a narrativa do livro. É através dela que conhecemos o seu passado e o porque de tanto secretismo à volta de uma personagem que tanto a controla. Eleanor não tem poder sobre a sua vida. A autora conseguiu através de uma escrita simples, mostrar o crescimento de uma personagem irritante que no fim o leitor tanto a quer abraçar. O único problema foi a autora desenvolver tanto a história que o fim parece digno de uma novela da TVI, como assim? Tudo a correr.

É incrível como um livro nos consegue odiar e amar a mesma personagem. Ainda estou para conhecer alguém que não tenha gostado do livro, porque em todas as opiniões que leio – Rita Nova ou A mulher que ama livros – são bastante positivas.

A Educação de Eleanor de Gail Honeyman terá sempre um lugar aconchegante nas minhas prateleiras e gostava muito que tivesse continuação.

Onde comprar – Bertrand

6 Comentários

  1. Adorei este livro! A Eleanor é uma personagem muito especial *-*

  2. Gostei tanto desta leitura! Confesso que no início também me irritei algumas vezes com a Eleanor, mas quando decidi dar uma oportunidade da mesma me contar a sua história, foi completamente diferente.
    A verdade é que temos de tentar colocar-nos na pele da personagem para compreender um pouco das suas atitudes e até mesmo o que ela diz e afirma.
    Foi um desafio ler este livro!

    • Tens toda a razão, Eleanor é uma personagem que começa por nos irritar mas acabamos por lhe querer dar um abraço.

  3. Deixaste-me curiosa com este livro, acho que ia gostar 🙂

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*