Projecto | Alma Lusitana

A Andreia do blog “As gavetas da minha casa encantada” teve a ideia de celebrar o Dia do Autor Português com o Projecto | Alma Lusitana  e convidou todos os interessados a homenagear os autores portugueses. Sim, o Dia do Autor Português já passou, para os mais distraídos foi no dia 22 de Maio.

“A literatura portuguesa esconde um mundo infinito de encantos. Porque temos o privilégio de acolher escritores fabulosos, com uma magia nas palavras que nos transcende. E, por isso, merecem todo o reconhecimento. Além do mais, é urgente quebrar o preconceito e a desvalorização de que ainda são alvos, porque isso só demonstra a falta de interesse pela arte nacional. É certo que nem todos nos conquistarão, mas não faltam talentos neste setor cultural. Só precisamos de nos predispor a abrir-lhes a porta do nosso coração.” Palavras da Andreia Morais, caso queiram celebrar connosco fica aqui o link directo e a explicação do Projecto | Alma Lusitana.

Porto – Um autor que nunca tenhas lido, mas que está na tua lista

Domingos Amaral – Quando Lisboa Tremeu. Comprei o livro por mero acaso e continua nas minhas estantes a ganhar pó. É um autor que tenho uma certa curiosidade e que poucos o criticam.

Aveiro – Um livro para morar

Não me importava nada de morar em Coimbra com D. Pedro em “ A trança de Inês” de Rosa Lobato Faria.  

Coimbra – Um livro do teu autor favorito | Leiria – Um livro para reler

“Para onde vão os guarda-chuvas” de Afonso Cruz. Se ainda não leram este livro, não sabem o que perdem.

Ericeira – Um livro que te transporta para uma zona do país que gostas

Das poucas vezes que por lá passei, Coimbra deixou-me encantada. A lenda de D. Pedro e Inês, uma história de amor eterna –  “ A trança de Inês” de Rosa Lobato Faria.  

Guimarães – Um livro que deveria ter uma adaptação cinematográfica

Ainda não o li, mas a minha escolha recai para “A noite em que o Verão acabou de João Tordo.

Sintra – Um livro de poesia

Aqui me confesso, sou fã de Florbela Espanca. Escolheria “Sonetos”.

Bragança – O primeiro autor que leste | Gaia – Um livro infanto – juvenil

A menina no mar” de Sophia Mello Breiyner Andresen para a disciplina de Língua Portuguesano 5º ano.

Lisboa – Um livro que mencione outras expressões artísticas

“Nem todas as baleias voam “ de Afonso Cruz, não acabei de o ler, mas aborda a música

Braga – Um livro passado na tua estação do ano favorita

Tinha de aparecer uma pergunta à qual não teria resposta….

Óbidos – O livro com a capa mais bonita

A minha resposta irá para os livros de Helena Magalhães, mas especialmente o “Diz-lhe que não”.

4 Comentários

  1. Awwww, fico tão feliz por teres aderido a esta Alma Lusitana. Muito, muito obrigada *-*

    Só li um livro de Domingos Amaral – Os Cavaleiros de São João Baptista -, mas gostei imenso e quero aventurar-me em mais obras do autor.
    Quero tanto ler Para Onde Vão os Guarda-Chuvas! E tenho Nem Todas as Baleias Voam destinado para um dos temas de Uma Dúzia de Livros.
    Partilho a mesma escolha para o livro que deveria ter uma adaptação cinematográfica. Tem todas as condições para isso 😀

  2. só li a menina do mar :$

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*