O meu irmão

Não vos vou mentir, eu queria uma irmã e até já tinha escolhido um nome. Mas a vida surpreendeu-me e assim nasceu o meu irmão. Fui filha única até aos 11 anos e foi a experiência mais aborrecida. Não tinha com quem partilhar os meus brinquedos e contar as minhas histórias. Já estava mentalizada que nunca iria ter irmãos. Até ao dia que  os meus pais me dizem – Vem aí um bebé.

Estava a entrar na pré-adolescência e já trocara as bonecas por livros. Mas a ideia de ter uma irmã deixava-me em pulgas. Já me imaginava a brincar com os Nenucos e a brincar na cozinha que tanto estimava (spoiler alert – a cozinha foi destruída… por ele). Esta ideia desapareceu quando a médica olha para mim e diz – vem aí um rapaz. Oh, bolas! Pensei eu. Talvez tenha sido por influência mas a partir daí comecei a prestar mais atenção aos jogos de futebol (Spoiler alert – O puto não gosta de futebol)

O seu nascimento estava previsto para o dia 03 de Novembro e para os mais atentos aqui no blog, o meu aniversário é a 30/10. A minha prenda dos 12 anos. Seria brutal se ele nascesse no mesmo dia que eu. Mas não. Foi no dia 01 de Novembro de 2002 que nasceu o meu irmão. Corri pelos corredores da Maternidade mais famosa do país e lá encontrei o quarto. 51 cm de pessoa estavam à minha frente e foi só ele olhar para mim que me apaixonei.

Ainda hoje me custa a acreditar que tenho um irmão e agradeço todos os dias por o ter. Sei que há dias que me passo com ele e que digo coisas sem pensar (spoiler alert – vou-te arrancar essa barba com a pinça que tu vais ver). Ambos temos feitios difíceis, não fossemos nós escorpiões. Sei que ele vai estar sempre do meu lado e eu farei de tudo para o proteger. Ele dá-me na cabeça como também eu lhe dou.

Infelizmente este ano não tem sido nada simpático, mas conseguimos sempre mostrar um sorriso quando o outro mais precisa. Apesar da diferença de idades, nós temos uma relação normal, há gritos, há asneiras mas também há partilhas.

12 anos e 1 dia é o que nos separa. Esperei por ti 12 anos, e mais 12 anos esperaria se assim fosse preciso. Já passamos por muito, e por tão pouco. Contigo chorei, contigo sorri, contigo já passei mais de metade da minha vida. És único, és lindo e és meu. Este é o meu Puto. Este é o meu irmão Pedro.

Fdx, como assim já fazes 18 anos?

2 Comentários

  1. o ultimo fecha a porta

    Bonita homenagem!
    Tbm sou escorpião. Temos má fama. 🙂

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*