Guia de sobrevivência – Feira do Livro

Foto – Facebook da Feira do Livro de Lisboa

Começa hoje o evento mais esperado do ano, pelo menos para os leitores compulsivos – Guia de sobrevivência – Feira do Livro. Como já é costume, a Feira estará no Parque Eduardo VI até ao dia 12 de Setembro. Conta com a maior oferta de sempre a nível editorial e sem necessidade de testes negativos ou até mesmo de um certificado digital. Mas há segredos e maneiras de poupar na Feira do Livro de Lisboa ora continuem a ler: 

  • Hora H – Se estás a pensar em terminar sagas, comprar aqueles livros que estão na tua bucket list aos anos ou até mesmo aqueles clássicos que têm um preço nada atrativo, a solução está na Hora H – 21h00 às 22h00. Mas atenção, nem todas as editoras têm Hora H, como nem todos os livros entram. Para a Hora H é preciso agendar um plano. O meu conselho é fazer uma pesquisa e uma lista dos livros que pretendem adquirir. Saber os livros que queremos para sabermos a que editoras ir a correr. Tudo é uma questão de estratégia e organização.  
  • Fazer uma lista de compras – Sabem aquela regra de não ir às compras com fome? Aqui é igual. Ir à feira do livro sem uma lista pré-definida é cometer o erro de comprar sem pensar. Esta lista será uma ajuda na Hora H, como para os livros do dia. Atenção, esta lista de compras deve ser feita com antecedência e requer pesquisa, às vezes caímos no erro que na feira os preços são mais baratos, quando na realidade não o são. Acredita que há livros mais baratos noutros sites ou até em alfarrabistas.  
  • Perde tempo nos alfarrabistas – O meu irmão andava à procura dos Diário de Che Guevara, mas nunca o tinha encontrado. O que encontrava em sites em 2ª mão eram a preços abusivos. Numa ida à feira, decidimos “perder tempo” nos alfarrabistas e encontrámos livros como novos com preços de louvar aos céus… e encontrou por 5 euros o Diário de Che Guevara. Isto para vos explicar que não se deixem iludir, são nestas bancas que se encontram verdadeiras relíquias.  
  • Atenção aos lançamentos e Alerta Autógrafos – Há editoras que aproveitam a Feira do Livro para lançar as maiores novidades literárias. Facto interessante é que esses mesmos lançamentos são de livros escritos por famosos – Já passou por lá o Tony Carreira, a Fátima Lopes e a Cristina Ferreira – Por isso é que devemos ter em atenção os lançamentos para não sermos apanhados de surpresa (tipo eu quando vi um cão que na realidade era o inspector Max) Confesso que sou muito básica no que diz respeito aos autógrafos, passo sempre pelo Afonso CruzJoão TordoRicardo Araújo Pereira e a minha querida Filipa Gomes. Se têm curiosidade ou se querem um rabisco do vosso autor favorito, verifiquem o dia e a hora com antecedência. 
  • Conforto e Alimentação – Apesar de ser um evento ao ar livre, há certos pontos que não nos podemos esquecer. O Parque Eduardo VI não é plano e fazer a subida em pleno verão deixa-nos cansados. Assim sendo, não te esqueças de levar roupa prática, calçado confortável e uma garrafa de água. Como é óbvio, a feira do livro também é conhecida pelas bancas de comida. O que vais poupar em livros, vais gastar em comida. Aposta numa boa banca de comida ou então traz o farnel e faz um picnic no meio do parque. E não se esqueçam de levar sacos de pano ou uma boa mochila para as vossas compras literárias. 
  • Livros do Dia – O site da Feira do Livro de Lisboa é muito bom, mas peca num pequeno pormenor – Livros do Dia. Sabemos que é muito complicado colocar uma longa lista de livros e ainda para mais, de todas as editoras que lá se encontram, mas facilitavam o trabalho de pesquisa ou até mesmo o sobe e desce do Parque.  No entanto, há óptimos preços, por exemplo, o ano passado consegui comprar os livros de Elena Ferrante por 9 euros cada. 

Por último e não menos importante – Leva companhia – Feira do Livro em Lisboa é um evento familiar e amigável. Gosto sempre de encontrar Booktubers e de boa companhia literária. Sempre que posso vou com a Izzie à HORA H e tenho que vos confessar que dá sempre jeito levar alguém… para nos ajudar com os sacos e nas promoções que nos escapam… e as longas filas para pagar. 

– Guia de sobrevivência – Feira do Livro, ficam aqui as minhas pequenas dicas para aproveitarem bem a feira do livro, e acreditem quando vos digo, o pessoal tem muita sorte, porque a Feira do Livro no Porto… as editoras podiam apostar mais e melhor… mas quem sou eu para falar.  

4 Comentários

  1. Excelente guia de sobrevivência!
    Boa Feira do Livro 🙂

  2. Adorei os teus conselhos.
    Tenho pena de mais um ano não poder ir à feira do livro. Já ando a adiar há anos 🙁

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*