Posts Recentes

Episódios cá de Casa

Um dia nas compras

Esta na fila da caixa para pagar com o meu pai. Estavam duas mulheres e uma criança à nossa frente, assim pensei eu. Quando uma das senhoras se vira para tirar as compras do carrinho e me apercebo que era um homem. Passo a explicar, o homem tinha cabelo comprido e tinha corpo de mulher (mamas ok…). Tudo levou a crer que devia estar a mudar de homem para mulher. O meu pai não se controlou e vira-se para mim e diz: olha olha, o que foi acontecer. Comecei-me a rir, mas não foi por mal, foi pelo inesperado. Uma pessoa nunca está à espera destas coisas e quando acontece fica sem reacção.
Pedaços da Tim

Queres um sonho de vida ou uma vida de sonho?

Após um grande raspanete na redacção, pode-se dizer que sai de lá com outros objectivos. Quero ou não quero ser uma grande jornalista? Sim, quero. Para isso preciso de batalhar e muito. Não é um trabalho fácil como muitos dizem. Não basta saber escrever, é preciso conhecer, explicar e trazer às pessoas o que se passa, o que lhes rodeia. Gostaria muito de ser cronista, mas é algo que tenho de deixar de lado, por enquanto. É preciso ter gosto na profissão e se as coisas não são feitas com gosto o seu resultado só pode ser desastroso.
Neste momento quero acabar o curso e estagiar num grande jornal ou até mesmo numa rádio. Ainda não fiz o meu projecto de vida, mas acho que ainda tenho tempo e também não tenho a certeza de certas coisas. Eu quero viver um sonho de vida, tudo por uma simples razão. Prefiro ter pouca coisa e ser feliz. Para que me serve um carro altamente? Para me sentir superior a outros? Gosto de viver com poucas coisas e gosto de viver com quem me ama. Não quero um namorado todo bom e saber que ele não me ama, prefiro estar sozinha e saber que sou feliz assim, o que não acontece com amigas minhas. Todas dizem que preferem ter coisas boas, uma grande casa, um grande carro e um namorado todo bom. Mas porque? Sentes-te bem em fazer ciúmes aos outros? Queres ser superior aos outros? Quero alcançar os meus objectivos e saber que lutei por eles. Se um dia comprar uma casa com o meu dinheiro, quero saber que fiz de tudo para a alcançar. Se for uma jornalista reconhecida pelo meu trabalho, quero sentir orgulho no meu trabalho. Não quero fazer as coisas por fazer, eu quero fazer o meu melhor e saber que fiz tudo para o alcançar. E tu? Preferes um sonho de vida ou uma vida de sonho?

Pedaços da Tim

Eu e as pessoas

Sei que por vezes sou bruta, sei que  por vezes mando respostas ingratas, mas já pensaram no porque? Quando faço algo novo, fora no meu ambiente seguro, existe sempre alguém que repara e manda logo as boquinhas. Se visto algo fora do meu hábito (não de freira ok?) começam logo: AI! Tão linda que ela está. Se uso make up: Tás tão gira. não percebo porque não o fazes todos os dias. Ou melhor usar saltos: Tás mais alta, devias de vir assim todos os dias.
Uma coisa são elogios outra é abusos… ok tudo bem, agradeço bastante que notem as diferenças, mas não é preciso gritar, espalhar a palavra ou sequer chamar nomes. E sim, eu não gosto de elogios, tenho muitos motivos para ter as minhas desconfianças, principalmente de certas pessoas, mas são desconfianças maléficas. Eu e os elogios nunca nos demos bem, cada vez que alguém dizia algo o riso maléfico vinha atrás, mas isso são outras histórias vividas no liceu. Por isso deixo aqui o recado dado, elogios só quando forem sinceros e ditos em particular, porque de resto passam a lado.

Pedaços da Tim

Passado

Hoje é a gala da faculdade mas não vou. Não faz sentido ir, não tenho cabeça para festejar e a última gala a que fui, marcou-me tanto a mim como a todos. Na faculdade não tenho lá nenhum amigo como os do liceu, mas são igualmente importantes.
Lembro-me de todos os detalhes, o jantar cá em casa, o meu irmão a apalpar pernas, maquilhagem ao rubro mas lá pelo meio muita diversão.
No total devíamos de ser  uns 15, combinamos encontrar-nos aqui a porta da minha casa e assim foi. Dez horas, marcava o relógio e nós descíamos as escadas na esperança de ter uma grande noite. Tiramos fotografias, bebemos cantamos, mas no fim as lágrimas chegaram.
Nós sabíamos que iria ser o fim de uma era, o fim do 12º 3H e que o grupo de área de projecto jamais se iria juntar novamente para fazer trabalhos sobre o suicídio. Conversas de aipos e cerejas, caminhadas, agropólio mas as melhores recordações são mesmo as aulas de AP (quem diria que o trabalho daria uma barrigada de riso).Se o tempo voltasse para trás, era aquela turma que eu queria. Elas sabem que as adoro, e também sabem que gostava imenso de poder estar com elas todos os dias, mas infelizmente não consigo.
O vestido que usei, não voltei a usar, mas quando olho para ele lembro-me daquela noite e das dores dos pés que tive no dia a seguir.

Dedico o post à Inês S. ou melhor à Izzie. Tenho saudades dos teus conselhos e acredita que me fazem falta.

Pedaços da Tim

Tretas de gaja

Sempre fui uma rapariga dada a coisas simples. De manhã acordo e o que me vier às mãos é o que visto, nunca tive paciência para estar a frente de um espelho e para a maquilhagem nem se fala. Eu sei que devia ter mais atenção em mim, mas a paciência serve para outras coisas. Já prometi que vou tentar mudar um bocadinho.
Quando saio à noite até faço o favor de usar saltos e usar uma make up muito básica, mas nunca dou nas vistas. Para a faculdade vou o mais simples possível e a make up fica lá na gaveta à espera que chegue o fim de semana. Os ténis são os meus aliados, mas neste momento não tenho sequer um par e o dinheiro está escasso. Tenho calçado botas, mas mesmo assim parece que não me sinto bem. Já tentei mudar de visual, quer dizer, cortei o cabelo de outra forma e já comecei a usar outras coisas mas mesmo assim às vezes dou por mim a tapar-me toda porque me sinto mal. Sempre usei camisolas sem decotes e calças mas saias nem vê-las no meu armário. Tudo isto por causa de um comentário que me passou ao lado.

Sem categoria

E Deus criou a mulher

Adão e Eva são as personagens principais de uma história que nos ensinaram na catequese, por cá andaram uns anos, dizem eles. Cá para mim essa história traz água no bico.
Ora vamos lá ver, a Eva comeu a maçã? Já lhe chamaram muita coisa, mas maçã? Quem disse que o fruto proibido é o mais apetecido? Sim, foram as nossas catequistas e dizeram-no sem qualquer pudor. Vocês acham que eles não faziam sexo? Tiveram dois filhos pro obra do espírito santo, pois claro. Não pratiquem sexo, não façam o amor… comam maçãs sim? Andavam lá eles nus sem fazer brincadeiras queres ver? Já na Lagoa Azul nos mostram sexo à bruta e ambos podiam bem ser Adão e Eva.  Chamem-lhe o que quiserem, mas não nos atirem areia para os olhos.
Os bébes veem da Torre Eiffel no bico de uma cegonha, quem nunca desconfiou dessa história? Se Adão e Eva foram criados lá no ano 0 ou lá o quando foi, como é que já havia Torre Eiffel? Os bébes antes vinham de Marte? Depois não querem que as crianças digam mentiras, se são os adultos dize-las primeiro… Ensinem tudo bem à primeira, é escusado explicar em pormenor depois.

Pedaços da Tim

Planos para um dia de greve:

– ver a temporada toda do How i met your mother;
– fazer chocolate quente;
– Mantas, mantas e mantas;
– Cadernos, apontamentos, estudar e acabar sinopses e cenas do guião;
– Ler a Cosmo;
– La vie en Rose;
– Ler textos;
– Preparar notícias e tentar talvez fazer outra crónica para o blogue;
– entre outras coisas que não devem ser publicadas

Bem a lista é comprida, vou já colocá-la em prática…

Dicas à la Tim

Ser solteira é

– Estar rodeada de raparigas apaixonadas-
– É poder comer o que quiseres sem ninguém te julgar-
– Poder apreciar todas as beldades que andam ai, sem ter que pensar no outro-
– Sair À noite, sem dar justificações-
– Ter a cama só para ti –
– Não ter ciúmes, mas não ter que lidar com uma crise da parte dele –
– Sair com as amigas e viver uma aventura –
– Por a família em primeiro lugar –
– Focar os nossos objectivos e alcança-los –
– Poupar uns trocos –
Mas no entanto é:
– Não ter aquele apoio ou abraço que necessitamos –
– Não ter alguém que nos diga boa noite e um amo-te –
– Não receber surpresas –
– Não receber certas coisas que dizemos que não sentimos falta mas que no entanto estamos a mentir-
Mas basta haver alegria, amigas e duas garrafas de vodka e somos felizes. Quem disse que precisamos de um homem para ter felicidade? Precisamos é de amigas.
Sem categoria

A minha opinião do post anterior

Os miúdos de hoje só se importam de uma coisa, apreender tudo o que se passa na tv para não fugir a um bom debate. O que quer isto dizer? Neste momento é a casa dos segredos, mas já houve mais programas que nos passaram ao lado e que os miúdos veneraram e aprenderam porcarias desnecessárias.
Pode parecer que não, mas os meios de comunicação possuem um carácter de manipulação que nós próprios não damos conta. Podes dizer ah eu cá não vejo nada disso, não sou obrigado e eu escolho o que quero ver, isso não é bem assim. Nós vemos o programa porque queremos sim, mas continuamos a vê-lo porque nos cativou ou nos manipulou. Uma coisa é certa, metade da população depois do jantar, observa a casa dos segredos, como se aquilo fosse um programa de interesse cultural. Mas qual é o interesse daquilo? Aprende-se a ser cusco, aprende-se a ser burro e o pior, aprende-se a ser gozão. Sim, porque a Cátia não é a única a dizer barbaridades, eu própria também as digo e vocês também as devem dizer.
A casa dos segredos é só um exemplo, mas há mais, os perdidos na tribo, os ídolos, eu sei lá, são tantos que já perdi a conta.
No caso do Peso Pesado, a situação é um pouco diferente. São gordinhos que não imaginam que quando entram são o riso de todos os portugueses, principalmente pelas crianças que começam logo a dar nomes. Na primeira edição eu ouvi tanto nome pela parte de alguns colegas que tive de entrevir, já era um abuso. Eles tem uma força para estarem ali que nem metade nós a possui, mas nós temos uma grande capacidade de chamar nomes a tudo e a todos.
O mais interessante disto tudo, é o facto de as crianças estarem a aprender factos errados e adquirem-nos como certos.
Todos os programas são manipulados, mas há uns que merecem a sua visualização. 
Façam boas escolhas, caso contrário, ouçam rádio ou leiam revistas. 
Pedaços da Tim

Um bom dia para

Hoje está um bom dia para estar sentada no sofá, a ver jornalistas a fazerem directos e em vez de darem as notícias, estão a lutar contra um chapéu de chuva. Está também um bom dia para ver a Maya, naquele programa que não serve para nada a não ser roubar dinheiro às pessoas que acreditam naquilo. 
Um bom dia para um cafézinho quente e estar à janela e ver a chuva a cair. Mas hoje é o dia em que tenho que me sentar frente a uma secretária e estudar para uma disciplina agoniante, coisa maiii linda… Ah e para acabar o dia é ver a casa dos segredos, pois o nosso QI é a nossa auto-estima. 
Ainda me pergunto porque não passam a dar o fiel ou infiel depois do almoço, é que vai dar ao mesmo. Os putos vêem asneirada e sexo coisa que me incomoda um pouco. Podem pensar que não, mas já há crianças a pensar que metade das afirmações que são ditas na casa dos segredos são verdade. E não pensem que a Cátia é a única a ser assim, porque eu posso afirmar que conheço uma bem pior.