Opinião | A trança de Inês de Rosa Lobato de Faria

Classificação: 4 estrelas

A trança de Inês de Rosa Lobato de Faria

Reza a lenda que D. Pedro se apaixonou pela aia da sua esposa Constança. Inês ficaria na história conhecida pela amante do rei D. Pedro. Uma lenda portuguesa que mais se assemelha à história trágica de Romeu e Julieta. Um mito que mais parece realidade e que nos deixa rendidas pela paixão ardente destes dois personagens.

Sendo uma romântica desesperada, peguei neste livro na esperança de me apaixonar pela lenda. Objectivo cumprido.

Sinopse da Leya

Esta obra tem a particularidade de ter a mesma base mas contada em três tempos diferentes – Passado, Presente e Futuro. Temos como personagens fixos o rei D. Pedro, a aia Inês e a rainha Constança. O fim trágico não muda mas o desenrolar da história mostra-nos detalhes e algumas interligações entre ambas.

Um amor amaldiçoado que capta a atenção do leitor logo no primeiro capítulo. Um amor louco que teria tudo para dar certo, mas que todas nós sabemos que as maiores histórias de amor nunca acabam bem. –A trança de Inês de Rosa Lobato de Faria

Um amor que sobrevive até aos dias de hoje e talvez das lendas mais românticas do nosso país. Deixem-se render pela escrita e apaixonem-se como D. Pedro e Inês – Já a Coco Chanel o dizia – As histórias de amor são melhores nos livros.

Sinopse – Baseado no mito de Pedro e Inês (mais na lenda do que na História), um romance sobre a intemporalidade da paixão, onde se abordam também alguns mistérios da existência. Um romance que, se não dá nenhuma resposta, coloca ao leitor algumas inquietantes questões.

Para mais opiniões literárias clica aqui

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*