Posts Recentes

O que é bom é para se ver, Opiniões Cinematográficas

Dois é Demais… ou Talvez Não!

O cinema francês está a ganhar cada vez mais a minha atenção e Un profil pour deux ou Dois é Demais… ou Talvez Não! de Stéphane Robelin promete ser um filme romântico e completamente diferente ao que estamos habituados.

Após o falecimento da sua esposa, Pierre (Pierre Richard) nunca mais foi o mesmo. Ele torna-se num velho rabugento solitário. A sua filha começa a ficar preocupada e decide contratar alguém para o ajudar.

Ler mais
Dicas à la Tim, Receitas

Tarte de Creme de Laranja

Decidi fazer uma Tarte de Creme de Laranja. Ou melhor, decidi fazer uma tarte do princípio. Não sei fazer a base, por isso já estava na altura de me lançar ao desafio. Comecei por cuscar todos os cadernos de culinária cá de casa e encontrei esta receita. Não ficou bem como queria, mas como o puto disse – Até que se come.

Ler mais
A Tim Foi, Dicas à la Tim

A nossa ida ao Porto – Pontos Positivos

Nada melhor que pegar nas malas e viajar, foi este o nosso mote para irmos passar um fim de semana ao Porto. A nossa ida ao Porto – Pontos Positivos é um artigo que fui escrevendo na viagem de volta e que espero que gostem.

Este ano o puto faz 18 anos e a sua irmã 30…. Sendo que estava nos nossos planos uma viagem, acabamos por escolher o Porto. Como este vírus veio para ficar e está mais que provado que 2020 é um ano para riscar nas nossas vidas. Desde o início da Pandemia que a nossa vida nunca mais foi a mesma, para termos uma boa memória de 2020, fizemos as malas e partimos ao destino.

Ler mais
O que é bom é para se ver, Opiniões Cinematográficas

Amor à Segunda Vista | Mon Inconnue

Mon Inconnue de Hugo Gélin  ou Amor à Segunda Vista é uma comédia romântica francesa que nos fará acreditar no destino.

Raphael (François Civil) e Olivia  (Joséphine Papy) conhecem-se nos corredores da faculdade e foi amor à primeira vista. Ele quer ser escritor, ela quer seguir música. Passam 10 anos, Raphael é agora um escritor de sucesso, mas Olivia abandonou o seu sonho e dedicou-se a dar aulas de piano.

A editora de Raphael pressiona-o para que termine o mais rápido possível a sua Saga e ao revelar a Olivia o final, esta sente-se atraiçoada. O casal discute e acabam por trocar fortes acusações.

Na manhã seguinte, Raphael acorda num quarto que não é o seu e sem a sua amada. Vive agora uma realidade alternativa onde descobre que nunca escreveu a Saga que o tornou famoso e que nunca conheceu Olivia. No entanto, Olivia é agora uma pianista prestigiada.

Ler mais
Chiado Editora, Ler Faz Bem, Opiniões Literárias

“O Desempregado” de Ricardo Tomaz Alves

Todos sabemos que o atendimento ao público não é fácil, mas Vicente está farto de aturar os clientes e decide pôr um ponto final. “O Desempregado” de Ricardo Tomaz Alves conta-nos a história de Vicente, um simples empregado de mesa que ao ver-se maltratado decide agir, mas a consequência do seu acto leva ao seu próprio despedimento.

Após a sua demissão, Vicente começa a perceber que a sua vida não é assim tão perfeita como pensava. O fundo de desemprego mal chega para pagar a renda do quarto e o seu carro já teve melhores dias. A falta de estudos não o ajuda nas entrevistas e o mundo do desemprego têm as suas histórias. Vicente pensa que têm tudo controlado, até ao dia que chega a casa e descobre que a senhora com quem ele partilhava casa, morreu.

E agora, como será a vida de Vicente? Desempregado e sem casa.

Ler mais
Ler Faz Bem, Leya, Opiniões Literárias

“Todos devemos ser feministas”

É impossível não conhecer “Todos devemos ser feministas” de Chimamanda Ngozi Adichie, um livro onde prova que a qualidade supera a quantidade.

Este livro é uma adaptação de uma das suas TED Talks. Uma conversa onde a escritora revela histórias pessoais na defesa da inclusão e da consciencialização do que é a mulher nos dias de hoje. O desafio está lançado a todos, a mensagem é simples e directa – “ Todos devemos ser feministas ”

Ler mais
Dicas à la Tim, Receitas

Bolo de Chantilly e Morangos

Não é do meu agrado, mas a minha mãe adora chantilly e nada melhor que a presentear com um Bolo de Chantilly e Morangos – Meti na cabeça que iria aprender a fazer um bolo decente e foi este que me encheu as medidas. Não sabia no que me ia meter, mas adorei o resultado.

Este bolo não é da minha autoria, foi no canal da Rita La Dolce Rita que o descobri, um bolo simples mas com uma certa classe. O desafio seria o chantilly, mas as dicas da La Dolce Rita ajudaram imenso. A receita que aqui vou escrever, como disse, não é da minha autoria, se preferirem podem ver o vídeo.

Ler mais
Bertrand Editora, Ler Faz Bem, Opiniões Literárias

“Objectos Cortantes” de Gillian Flynn

“Objectos Cortantes” de Gillian Flynn – Camille Preaker está de volta à redação em Chicago após um internamento breve num hospital psiquiátrico. O seu chefe anuncia que ela terá de ir a Wind Gap, a sua terra Natal, para fazer a cobertura do homicídio de 2 raparigas.

Passaram anos após a sua saída de casa em Wind Gap, e Camille não partilha uma boa relação com a sua mãe e pouco ou nada conhece da sua meia-irmã. A sua chegada não é vista com bons olhos e poucos são aqueles que a querem ajudar na descoberta do assassínio das jovens raparigas.

Camille terá de enfrentar os demónios do passado enquanto tenta decifra pistas soltas. Com o desenrolar da história, ela própria percebe o que têm em comum com as jovens assassinadas.

Ler mais