Hábitos que nos fariam ser melhores

A monotonia traz o desleixo e o desleixo traz cansaço e aborrecimento. Não queremos isso. Queremos aproveitar as energias e aceitar desafios. Há pequenas coisas que poderíamos introduzir no nosso dia-a-dia que fariam grandes diferenças na nossa pessoa. Estes pequenos hábitos só precisam da tua motivação, queres tentar?

Acordar cedo

Aproveitar as manhãs seria uma hipótese mais rentável, pois o nosso cérebro está fresco e pronto para abraçar desafios. Mas, como qualquer pessoa, nós tendemos a querer sempre aqueles minutos de preguiça. Please, do not press snozze explica que esses mesmos minutos podem estar a dar cabo da nossa vivacidade.

Se és uma pessoa ocupada e sentes que o tempo não dá para tudo, acordar cedo e programar o teu dia pode ser a solução que tanto procuras.

Ler faz bem

Esta actividade é vista como aborrecida e tem sempre desculpa na ponta da língua. Ler estimula o cérebro, inspira-nos, faz com que queiramos aprender mais. Ter uma mente aberta ajuda a compreender melhor o mundo em que vivemos e faz-nos ter uma opinião própria. Se não for livros, então que seja o jornal. Desafia-te a ler mais notícias. Começa por ler livros do estilo de que gostares mais, depois estende para outros tipos. Pede sugestões às tuas amigas, podes ser surpreendida.

Actividade Física

Mente Sã, Corpo São – Não é só estimular a nossa capacidade intelectual, o nosso corpo também deve experimentar novos movimentos e novos exercícios. Experimenta uma aula nova, seja ela de maior ou menor intensidade. Conhece as necessidades do teu corpo, ultrapassa os teus limites. E sim, tens tempo para tudo, não inventes desculpas só porque estás cansada. Após uma sessão de cardio, acredita que terás a força suficiente para enfrentar tudo e todos.

Cria um Mantra Pessoal

Porquê e Para quê? Para vos ajudar a tomar decisões, para não irem abaixo porque ele será a vossa força – Fortune never smiles on those who say no”  – Todos temos citações que adoramos e são essas mesmas que nos dão respostas. Lembrem-se do Professor Keating no filme “Dead Poets Society”, os alunos ultrapassam barreiras e foram à procura de novas sensações. Se nunca viram o filme, está na hora de o fazer. Se já o viram, toca a rever mais uma vez.

Ir atrás dos nossos sonhos

Que mania é esta de colocarmos entraves na nossa vida. De sermos os primeiros a dizer – Já não vale a pena. Quem te diz que não serás bem sucedida? Seguir os nossos sonhos e paixões levam-nos a ser mais positivas e bem sucedidas na vida para não falarmos que trabalharás mais e com vontade.

 Já dizia o outro “Tenho em mim todos os sonhos do mundo” e não é que é verdade? Alguns irás concretizar outros irão ficar pela canção “sonhador, sonhador mas ao menos a sonhar” – mas não te esqueças – Sonhar não tem idade

Desligar as redes sociais

Scroll, Like, Comment. Devíamos ter uma hora para desligar do mundo social. Sou defensora da teoria, se vou dormir vou-me pôr off. Já deste conta das horas que passas no Insta? Dou por mim a passar mais de 30 minutos do meu dia. Como sei isso? A própria app diz o tempo que gastas diariamente. Podemos gastar o nosso tempo a fazer outras coisas e não agarradas a um aparelho.

Participar em eventos ou Praticar Voluntariado

Um clube de leitura, lançamentos tecnológicos entre outros. Expandir o nosso conhecimento pode levar a conhecer novas pessoas, pessoas bem-sucedidas que nos podem ajudar. Pessoas bem-sucedidas inspiram, ensinam e puxam por nós. Sair da nossa zona de conforto, ajuda-nos a elevar os nossos objectivos e a alcançar barreiras. Vamos deixar de ter interesse e vamos começar a participar!

Acredita no teu valor

Somos as primeiras a afirmar que somos uma merda. Se alguém nos valoriza, chegamos mesmo a duvidar da palavra da pessoa. Temos de acreditar no nosso valor e sobretudo, devemos gostar de nós. Apreciar os nossos defeitos, ouvir os outros e olha para nós e sabermos o nosso valor. Agradece a ti por seres assim. Não penses nas estrias, não penses no pneu. Pensa antes no teu trabalho, pensa nos teus sentimentos. Não te ponhas em frente de ninguém sem pensar em ti primeiro. Não há mais nenhum em sermos egoístas.

Saber ouvir e aceitar críticas

Quem disse que as críticas podem nos deitar abaixo? Nada disso. Devemos saber aceitá-las e reflectir sobre elas. Uma crítica ao nosso trabalho pode levar ao melhoramento do mesmo. Não é deitar abaixo, é ajudar a crescer e a melhorar as nossas atitudes. Sê humilde e aceita, a crítica vai ajudar-te a melhorar.

Mas atenção, devemos saber diferenciar uma crítica a um ataque pessoal. Há pessoas que não sabem criticar sem desvalorizar os outros. Uma crítica é algo que nos faz crescer, ofender é passar dos limites.

Enfrentar os nossos medos

Não fazer porque temos medo de falhar é das maiores cobardias desta vida. O que separa o sonho da realidade é o medo. Medo de falhar. Medo de não conseguir. Medo do não. Não podemos ser assim.

Reparem, as pessoas que pensam positivo não se deixam abalar, e conseguem ser bem-sucedidas. Já as pessoas negativas têm tendência a abraçar o medo e ficarem quietas, porque a monotonia as atrai. Queres viver com remorsos ou com arrependimentos?

Investe em ti

Pagas as tuas contas e no fim do mês até te sobra algum dinheiro. A tendência é poupar, pelo menos deveria. A verdade é que a vida é mais do que trabalhar para pagar contas. Devíamos pensar em nós e gastar em algo que queremos. Viagens, cursos, objectos há tanta coisa que o que importa é – O que tu queres mesmo?

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*