Opinião | Depois do Medo de Bruno Nogueira

Depois do Medo de Bruno Nogueira | Este senhor já não fazia Stand Up há mais de 10 anos e quando decidiu voltar quis voltar em grande. Encher o Altice Arena não é para todos, eles começaram por vender por partes e quando deram conta já estava esgotado. Mas o que têm de especial Bruno Nogueira? Nada, mas o nada fala abertamente e sem qualquer tipo de pudor. Ele não teve medo de falar. O espectáculo começou com Carlos Coutinho Vilhena, o gajo que ficou conhecido por pegar no Kiko dos morangos e produzir uma série “Resto da tua vida”. Depois veio o majestoso Ricardo Araújo Pereira, gosto muito dele, mas confesso que o Altice Arena não é bem a sua cena, que se deixe ficar pela Tv. Bruno Nogueira entra em cena logo a matar, quem é que comprou este bilhete e pensou “Venho com o namorado/a”??? | “Quantos é que meteram os cornos?”

Sem qualquer medo falou de temas controversos como o caso da Rosa Grilo até a simples fotos de lápides. Ali ele não teve medo, porque se há coisa pela qual Bruno é conhecido é pela sua forma estranha de ser. Um tipo alto, desengonçado que solta umas piadas, mas a graça é que ele fala e actua ao mesmo tempo.

Já vi espectáculos de Stand Up, todos em casa sentada no sofá, mas como este não. Foi rir do princípio ao fim. Com a Pipoca mais doce foi um sentimento agridoce, Salvador Martinha têm os seus tiques e o Raminhos tem só cara de parvo que até faz rir. Mas Bruno Nogueira é actor, e ele sabe estar em palco, sabe o que esperar do público. O rapaz é inteligente e soube juntar um conjunto de piadas e interligá-las sem as forçar. Não precisou de Giveways nem de Powerpoints nem de porra nenhuma para o apoiar. Foi ele. Um gajo parvo com talento. Ele não tem vergonha, ele é a prova que sermos diferentes é bom.

Se ele alguma vez pensou em encher o Altice, não acredito. Acredito que tenha borrado a cueca quando começou a ver os bilhetes a irem ao ar. Foi o primeiro a fazê-lo e acredito que não voltará ao stand-up e se voltar será muito difícil de superar “Depois do Medo”. Tenho sempre a sensação que deve ser um tipo tímido que se deixa ficar a um canto mas que tenta sempre superar as suas dificuldades.

Confesso que tive receio de ir ao espectáculo mas no fim valeu a pena. Sim, eu ofereci os bilhetes ao meu ex-namorado…

“Depois do medo” marca o regresso de Bruno Nogueira ao stand up e, juntamente com isso, o regresso à escrita de sinopses na terceira pessoa do singular. Neste seu novo espectáculo, Bruno Nogueira aborda questões que só incomodam pessoas que têm demasiado tempo livre, podendo concluir-se à partida que o mundo, tal como o conhecem, vai ficar exactamente igual. Mas o Bruno, tal como o conhecem, vai ficar muito mais aliviado de ter semeado os problemas dele na vossa cabeça.

Força de Produção

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*