Devaneios da Tim,  Dicas à la Tim

5 Razões para dizer não com mais frequência

A outra pessoa ainda não terminou a frase e tu já estás a dizer – Sim! Seja em casa, no trabalho ou até mesmo entre amigos, temos sempre a tendência em sentirmo-nos úteis.  Respondemos afirmamente, mesmo quando sabemos que isso à partida nos pode prejudicar. Pensamos sempre ser as #SuperWoman desta vida, quando na realidade estamo-nos a sobrecarregar com tarefas que podíamos ter dito logo Não! Já alguma vez te sentiste útil em ajudar alguém ou em ter realizado todas as tarefas planeadas, mas quando as terminaste sentiste o stress ou a insastisfação da sua resolução?

Estamos sempre a dizer que o tempo voa e que não aproveitamos nada. A resposta está no tempo que gastamos a realizar tarefas que podiam ter caído em terra, mas que teimamos em cumpri-las. Aprender a dizer não, pode ser a skill que tanto faz falta à tua vida – a nível de carreira, criatividade e até para o bem-estar. Dizer não pode causar uma certa ansiedade ou até um sentimento de culpa, mas pode ser uma desentrave para ser mais respeitada, mais produtiva e estabelecer as tuas necessidades.

# Existem limites, aprende a conhecer os teus

Quem me conhece sabe que listas são a minha paixão. Gosto de analisar as tarefas que tenho a fazer durante a semana e no meu dia-a-dia. Quem me conhece, também sabe como gosto de cumprir prazos. A angústia de deixar as coisas para amanhã é enorme e causa grande ansiedade.

Há dias em que acordo e acho que vou cumprir todos os meus objectivos mas paro e penso quais os que têm prioridade. Gosto de os cumprir mas também gosto de analisar todo o processo até lá chegar. Não há pior sentimento que ter tudo feito e não saber como se fez.

Analisar responsabilidades, saber se podemos ou não fazer pode ser meio caminho para todos os sins e nãos. É normal não riscar todos os nossos objectivos, pois tudo é imprevisível, principalmente quando os “outros” chegam e atrapalham os meus planos.

# Valoriza os teus assuntos

No outro dia no trabalho perguntaram-me se podia ficar mais 2 horas, a minha resposta foi – Sim claro. Não pensei sequer nas consequências. O assunto ficou-me na cabeça e comecei a pensar no que me levou a dizer sim imediatamente. São 2 horas da minha vida que são pagas, é verdade, mas que poderiam ser usadas de outra forma. Alguém disse que – Quanto mais dás de ti, mais exigem –  essa pessoa não poderia estar mais certo. Sejam 2 horas a mais, ou a resolução de um problema que nada tem a ver contigo, porque raio tens de dizer sim?

# Diz não e não sintas remorsos

Tiveste uma semana cheia de trabalho e convidam-te para sair, mas tens a cabeça a estoirar e o que mais queres é ir para a cama descansar. É normal pensarmos na oportunidade que estamos a perder e nos e se for, o que pode acontecer.  Aquelas pessoas pensaram em ti e querem mesmo que tu vás, conhecem esta sensação? Não é novidade, todas as vezes que dizemos não a estes convites, uma parte de nós começa a pensar – Pronto, agora já não me convidam mais – então acabamos por aceitar e ir de rastos. Mas pensa bem, quando convidas alguém e essa pessoa te diz não, deixas de pensar nela para uma próxima vez?

Dizer não revela maturidade, significa que conheces as tuas vontades e limites. Revela que sabes o que queres e como queres passar o teu tempo. É natural que sinta alguma angústia, mas se alguém te pede ajuda em algo que sabes que não vais conseguir ajudar porque é que deves aceitar? Podes sempre ajudar de outra forma, por exemplo, a tua amiga precisa de ajuda num trabalho que não é de todo a tua área, se conheces alguém perito no assunto, podes sempre indicá-la.

# Não precisas e não deves justificar

Quando dizemos não, mas temos uma justificação – Estou de férias, tenho uma reunião, vou com o cão ao veterinário – é uma coisa, mas quando é para ficarmos em casa a descansar, com um prato de massa com atum frente à Tv, não há necessidade de argumentar.

Lembram-se daquela famosa frase que todas as mães já pronuciaram pelo menos uma vez na vida – Quando digo não é não! – Aqui é a mesma coisa. Não precisamos de ter uma desculpa pronta para quando não queremos fazer ou ir a algum lado. O não deveria ser suficiente. Ser honesto é o suficiente – Sim este ponto é para aquelas amigas que combinam jantares e depois inventam histórias dignas de telenovelas.

# Um não pode ser um Sim!

Como assim, perguntam vocês. Simples. Se a tua resposta perante alguma coisa é menos que um #HellYeah, então é não. Aprende a seguir o teu instinto, pois se a tua reacção a um convite é #HellYeah então está mais que visto que é uma tarefa a dizer Sim. Porque é que esta regra é importante? Porque relembra as tuas vontades e escolhas, pois quando fazes algo por prazer, libertas tempo e energia.

O maior benefício de dizer Não mais vezes ajuda-te a dizer Sim ao que realmente te interessa.

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *