Chegou a hora de pensar em mim, em nós

A Izzie escreveu-me a seguinte frase “ Tu és a pessoa mais importante da tua vida”. Na altura não percebi o que é que ela quis dizer com aquilo mas com o passar do tempo percebi que gasto demasiado tempo a pensar nos outros e quando chega à minha pessoa, não gasto nem metade… Chegou a hora de pensar em mim, em nós

Estou a chegar aos 30 e muitas vezes penso será que os meus sonhos algum dia se vão realizar? Há muito que deixei de acreditar mas será que é isto que realmente quero para a minha vida? Não deveria pensar mais nos meus objectivos e sonhos que sempre quis alcançar?

Quero estar mais presente por isso, chegou a hora de pensar em mim, em nós. O que pretendo realmente é desligar-me de tudo o que me faça mal e começar a pensar em grande. Quero partilhar algumas ideias que tenho e quero colocá-las em prática. Porque a idade é só um número – Como sobreviver à idade – vamos lá ser egoístas.

# Acredito no meu valor e tenho confiança em mim

Não há pior crítico que nós próprios disso não tenham dúvidas. Não quero ser cliché mas a nova música da Demi Lovato – I Love Me – é um hino ao self love. Porque temos de ser negativas connosco? Porque temos sempre a negatividade à perna?

Sou a primeira a afirmar que não tenho jeito para ser blogger, e só cá continuo porque estou rodeada de pessoas que não me deixam “largar” este sonho que tenho de escrever. Não sou nenhuma Pipoca mais doce nem nenhuma Helena Magalhães, mas aos poucos vou acreditando que posso melhorar e que até tenho algum talento. Se eu não acreditar em mim, mais ninguém o fará.

# 5 minutos por dia

Os dias passam a correr e a primeira coisa em que falhamos é não pensar na nossa pessoa. 5 minutos por dia podem melhorar a nossa auto-estima. Respirar fundo, escrever 3 coisas pelas quais estás agradecida, alongar a postura, beber um café ao ar livre ou até comprar alguma coisa para nós. Toca a mimar – Me time. chegou a hora de pensar em mim, em nós e estes 5 minutos vão fazer a diferença e no final da semana vamos sentir mais confiantes e prontas a conquistar o mundo.

# Viajar # Ir a um concerto, espectáculo ou teatro

Está mais do que na altura. Nunca saí de Portugal. Nunca andei de avião. Shame on me. Porque o medo de viajar sozinha me assombra, perguntei às minhas 2 grandes amigas se gostariam de fazer uma viagem. Estou empolgada mas ainda não pensámos em locais. Nunca fui ao Porto e penso que seria uma boa hipótese. Preciso de conhecer novos locais e se tiver as minhas amigas, melhor ainda.

Sou aquele tipo de pessoa que diz sempre – quero ir – mas nunca vai. A minha vontade de ir ao Rock in Rio é enorme mas aquele aglomerado de pessoas deixa-me com um pé atrás. Acabei por ir ver o Bruno Nogueira este ano e tenho tentado ir mais a espectáculos  pois está na minha bucket list deste ano.

# As pessoas que tu amas, também te amam

Citando Luísa Sobral “Ninguém ama sozinho”Os que tu mais amas também te querem ver feliz. Lembra-te de uma coisa, quando tu estás bem os outros também estão bem. Se te sentes irritada com algo, ou deixas que o trabalho te afecte lembra-te que esses sentimentos podem recair para cima dos que mais amas. O teu mal-estar pode afectar os outros, por isso toca a animar. A tua energia também é sentida pelos outros, não te deixes levar pelo stress mas sobretudo não descarregues nos outros. Mais vale dizer não, mais não fazer a vontade do que ires contrariada e descarregares em quem menos queres.

# Em caso de burn out, deixas de ter prazer nos bons momentos da vida

Trabalho a mais, ansiedade extrema ou stress faz com que tudo o que faças se torne numa obrigação. Mesmo quando tentas aproveitar um jantar entre amigos ou tentas ler um livro e não consegues, tudo porque o teu corpo precisa de descanso. Podemos dizer não mas também podemos começar a dizer sim. Sermos egoístas também é aceitar fazer algo que não nos apeteça, isso ajuda-nos a recuperar a alegria das pequenas coisas.

# Descansar não é opção, é uma ordem

Se há coisa que tenho aprendido é que o nosso corpo precisa de descanso e que ele dá sinais sempre que precisa. O nosso corpo também sabe desligar-se e não queremos chegar a esse caso. Temos de deixar se ser demasiado simpáticos e como referido no ponto anterior, temos de dizer não. O Físico e o Psicológico estão ligados e quando não descansas o suficiente o corpo entra em modo de sobrevivência, os teus níveis de cortisol aumentam e é aí que os teus problemas começam. Cansaço traz desânimo e isso afecta todos e não só a ti.

Vamos deixar de nos colocarmos em último e pensar nas nossas prioridades. O que queres para a tua vida?

Escrever um livro | Correr uma Maratona | Tomar conta de mim

Dormir 8 horas e ter uma alimentação saudável

Conhecer outras cidades | Criar um negócio

Na realidade se ainda não começaste a fazer nada do que sonhas, é porque sentes que não mereces essa atenção. Como podes ajudar os outros se nem a ti te queres ajudar. Tu és a prioridade, porque tudo o que faças é para ti e se queres ser bem sucedida então chegou a hora de pensar em mim, em nós.

Existe um grande mito na nossa cultura e é tempo de agitar águas – A ideia de nos colocarmos em primeiro lugar. Quando nos apaixonamos temos tendência a priorizar os seus desejos e necessidades dessa pessoa, o mesmo acontece em relação à família e aos amigos. Mas amar os outros, não significa que não nos possamos amar. Chegou a hora de pensar em mim, em nós e mandar às ortigas este estigma social.

2 Comentários

  1. Isso mesmo, não desistas de ti <3

    Também nunca andei de avião, mas gostava imenso de o conseguir este ano

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*