Opinião | A Piscina de Libby Page

A Piscina de Libby Page | Kate tem 26 anos e é jornalista numa pequena redacção na cidade de Brixton. Um dia, o seu chefe chama-a para uma peça de maior relevância – o encerramento de Brockwell Lido. Kate está habituada a peças jornalísticas sem importância, mas graças ao Lido terá a oportunidade de mostrar o seu valor.

Rosemary é uma viúva de 86 anos que adora passar os seus dias a nadar. Ela conhece todos que por lá passam e têm uma forte ligação emocional com Brockwell Lido. É lá que Rosemary e Kate se vão conhecer. Kate ao conhecer Rosemary percebe que ela é a peça fundamental para a sua reportagem, mas Rosemary só concede a entrevista se Kate nadar no Lido.

Duas personagens bem diferentes, mas que acabam por se tornar grandes amigas. Kate descobre quem está por detrás do encerramento da piscina e junta-se a Rosemary na luta contra o encerramento de Brockwell Lido.

Sinopse da Bertrand

Esta foi mais uma das recomendações da Dona Izzie. Confesso quando ela me disse para ler o livro, não estava nada com vontade de o fazer.  Mas ela é uma pessoa muito chata e persuasiva. Terminei a sua leitura, estávamos já em estado de emergência. Arrastei porque o princípio não me captou a atenção, mas depois queria mais. É sempre assim, não é verdade?

A história de Kate começa a ser interessante quando lhe é passado uma reportagem com alguma relevância. A história de Rosemary começa logo de início a ser uma rebeldia que ninguém imaginava. Ambas as personagens têm muito para nos contar, entre elas existe uma cumplicidade imediata. Os capítulos vão-se entrelaçando com o tempo, temos a oportunidade de conhecer Rosemary jovem e com uma enorme vontade de viver. Foi a personagem que mais me surpreendeu ao longo da história. A Kate também tem os seus segredos, mas o seu crescimento como jornalista mostra-lhe que não é insignificante. Para ambas, haverá um boom de confiança que há muito não sentiam.

A sinopse não ajuda nada este livro, porque é muito mais que uma amizade improvável.  A capa em si, capta logo a atenção. Uma história simples e fofinha, boa para uma tarde de domingo ao sol. Um livro com a medida certa. Se ainda não ficaram convencidas para ler, então fiquem com o vídeo da Dora Sousa e da  Maria João do blog – Livros, Gosto.

A Piscina de Libby Page senti também que a escritora, usou a sua paixão pela natação e isso nota-se a cada braçada.

6 Comentários

  1. Já me tinha cruzado com este livro, mas, confesso, não me tinha captado grande interesse. Agora, talvez lhe dê uma hipótese 🙂

  2. Desconhecia, mas fiquei curiosa!

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*