• Ler Faz Bem,  Opiniões Literárias,  Quetzal

    “A Minha Irmã é uma Serial Killer”

    “A Minha Irmã é uma Serial Killer” de Oyinkan Braithwaite conta-nos a história de duas irmãs. Korede é a irmã mais velha, é enfermeira, trabalhadora e apaixonada por um médico lá do hospital. Ayoola é a irmã mais nova, de uma beleza de meter inveja, fútil e sedutora. Atraí homens ricos, usa e abusa deles e quando fica farta… mata-os. Começa sempre com uma chamada, Korede já sabe para o que vai, terá de encobrir os crimes da sua adorada irmã. Um dia, Ayoola decide visitar a sua irmã ao hospital e Korede apercebe-se do que pode acontecer, e vocês também já se aperceberam, certo? Sinopse de Quetzal Editora A…

  • Companhia das Letras,  Ler Faz Bem,  Opiniões Literárias,  Penguin House

    “Águas Passadas” de João Tordo

    “Águas Passadas” de João Tordo começa em Janeiro de 2019 com fortes chuvadas na capital. Pilar Benamor é a primeira agente a chegar à praia de Assentiz, onde fora encontrado o corpo de uma jovem rapariga. Charlie é a primeira vítima, filha de um empresário inglês com algum prestígio em Portugal. Pilar pressente que este não será a única vítima deste crime violento. Passam alguns dias e o corpo de um jovem rapaz surge numa floresta. A 2ª vítima é Adriano, amigo de Charlie, no seu caso a sua reputação não é das melhores. Tudo indica que ambos os crimes foram cometidos pela mesma pessoa e que estará relacionado com crimes…

  • Companhia das Letras,  Ler Faz Bem,  Opiniões Literárias

    “O vício dos Livros” de Afonso Cruz

    “O vício dos Livros“ de Afonso Cruz é um diário literário escrito por um autor que antes de ser autor, é um leitor como nós. É um livro simples, com pequenos desabafos, partilha das suas viagens e histórias emotivas acompanhados por ilustrações pintadas pelo próprio Afonso Cruz. – A história do presidiário e o livro do seu avô, são dois exemplos que com poucas palavras se fazem histórias magníficas. Ao longo do livro, o autor apresenta-nos obras literárias que tenho pena de não as ter apontado, sendo assim, terei de o ler novamente e ter o prazer de reviver as suas histórias, li alguns excertos no vídeo de opinião, por mim teria lido mais, mas…

  • Devaneios da Tim,  Pedaços da Tim

    Wishlist dos 31

    Há dias o puto veio ter comigo e disse – quando é que publicas a tua Wishlist dos 31? Não tinha intenções de o fazer, mas a pedido de várias pessoas que já foram ao meu encontro perguntar o que realmente queria, aqui está a minha Wishlist dos 31. Como todas as outras vezes, analisei as minhas necessidades. Mentira! São coisas que me fariam muito feliz. Não sei se é da idade ou se é do facto de me estar a tornar mais sábia, mas com o avançar da idade, apercebo-me que são as pessoas que me fazem feliz e não as prendas… Mas isso é conversa para outra altura, vamos lá voltar à parte…

  • Devaneios da Tim,  Dicas à la Tim,  Pedaços da Tim

    Manhãs Gloriosas

    A verdade é que ninguém dá valor às Manhãs Gloriosas e vivemos às pressas de chegar a tempo ao trabalho. Esquecemo-nos da importância do pequeno-almoço e por vezes a falta de organização leva-nos a voltar atrás, pois esquecemo-nos dos documentos para a reunião da manhã. Bem sabemos que acordar cedo não é fácil, mas com esforço e organização, depressa passaremos a gostar das manhã. Será este o artigo que te tornará numa morning person? Planear na noite anterior | Escolher a roupa que se vai usar no dia a seguir, organizar o saco do ginásio ou até mesmo preparar a marmita são pequenas coisas que farão diferença se planearmos na noite…

  • Ler Faz Bem,  Leya,  Opiniões Literárias

    “I Owe you one”de Sophie Kinsella

    “I Owe you one “de Sophie Kinsella conta-nos a história de Fixie, uma jovem que gosta de ajudar os outros, mas que se esquece de ajudar a ela mesma. Após perder o seu pai, Fixie passa a ajudar na loja da família, o que serve de consolo para a sua mãe, pois já o seu pai dizia – Family First. Já os seus dois irmãos, estragam mais do que a ajudam. Jack tem a mania das grandezas e a Nicole é uma stressada zen de 1ª categoria. Se não for a Fixie a fazê-lo, ninguém o fará.  Na festa de aniversário da sua mãe, a mesma sente-se mal e precisa de repousar por uns longos tempos. Fixie encarrega-se de imediato da loja, mas… Jack, Nicole e…

  • Devaneios da Tim,  Dicas à la Tim,  Pedaços da Tim

    Meu querido Outono

    Seja bem-vindo meu querido Outono. Se o tivesse que o caracterizar seria com a palavra Recomeço. Desde que me lembro, esta foi sempre a minha estação do ano preferida. Mantas, bebidas quentes e velas são as palavras que mais anseio escutar. Há qualquer coisa de mágico, há qualquer coisa que nos faz acreditar e ter forças para enfrentar o resto do ano. Um sentimento meio agridoce que nos fica, e que é sempre acompanhada com a sensação de “vai ficar tudo bem”.   Meu querido Outono, não tenha pressa, aproveite o tempo que por cá passa e traga-nos a brisa fria acompanhada com as suas cores amenas. Também é sinónimo de netflix and chill como também dos…

  • Ler Faz Bem,  Opiniões Literárias,  Planeta Editora

    “Raparigas como nós” de Helena Magalhães

    “Raparigas como nós” de Helena Magalhães conta a história de Isabel, uma jovem rapariga que não sabe bem o que quer, mas que se vai descobrir no meio de amores e desamores. Uma rapariga que gosta de ler, que gosta de estar com as amigas, mas sobretudo de se divertir à sua maneira… uma rapariga como todas as outras.    Sinopse Planeta  Quando iniciei a leitura deste livro, já sabia ao que ia. Fui à apresentação do livro na Feira do Livro e tive a oportunidade de conhecer algumas booktubers, mas tive azar, pois levei com alguns spoilers do livro durante a apresentação do livro. Sabia que Isabel iria ter 2 amores e…

  • Devaneios da Tim,  Dicas à la Tim,  Ler Faz Bem

    Guia de sobrevivência – Feira do Livro

    Começa hoje o evento mais esperado do ano, pelo menos para os leitores compulsivos – Guia de sobrevivência – Feira do Livro. Como já é costume, a Feira estará no Parque Eduardo VI até ao dia 12 de Setembro. Conta com a maior oferta de sempre a nível editorial e sem necessidade de testes negativos ou até mesmo de um certificado digital. Mas há segredos e maneiras de poupar na Feira do Livro de Lisboa ora continuem a ler:  Hora H – Se estás a pensar em terminar sagas, comprar aqueles livros que estão na tua bucket list aos anos ou até mesmo aqueles clássicos que têm um preço nada atrativo, a solução está na Hora…